Nove Franquias Baratas E Lucrativas Pra Iniciar um Negó

26 Apr 2019 22:47
Tags

Back to list of posts

<h1>Franquias Diminuem Formatos Para Manter Ritmo De Desenvolvimento</h1>

<p>Frederico Meinberg alerta que elei&ccedil;&atilde;o no Brasil podes ser institu&iacute;da nas redes sociais e reconhece que competi&ccedil;&atilde;o contra fake news n&atilde;o pode domar aten&ccedil;&otilde;es; leia entrevista. O valor de mercado da m&iacute;dia social despencou. Redes De Pizza Quadrada Aposta No Interior De S&atilde;o Paulo Para Amadurecer obter novos cap&iacute;tulos a partir de ter&ccedil;a-feira (27), no momento em que o consultor pol&iacute;tico Andr&eacute; Torretta, ex-s&oacute;cio da Cambridge no Brasil, for interrogado pelo Minist&eacute;rio P&uacute;blico do Distrito Federal.</p>

<p>A investiga&ccedil;&atilde;o &eacute; tocada pelo promotor Frederico Meinberg, coordenador da Comiss&atilde;o de Prote&ccedil;&atilde;o dos Detalhes Pessoais do MP. &Eacute; ou n&atilde;o &eacute;? Antes de debru&ccedil;ar-se em mais um caso que p&otilde;e em xeque a seguran&ccedil;a do usu&aacute;rio de internet por todo o Brasil, Meinberg conversou com o G1 a respeito de dos defeitos da publicidade direcionada em um ano eleitoral.</p>

<p>O promotor tratou tamb&eacute;m do debate sobre isso das fake news. A dissemina&ccedil;&atilde;o de conte&uacute;do incorreto n&atilde;o &eacute; novidade. O general romano Marco Ant&ocirc;nio, tais como, se matou motivado pelo recebimento de uma not&iacute;cia enganosa. Mais de dois 1000 anos depois, uma s&eacute;rie de boatos espalha rumores falsos a respeito da vereadora executada Marielle Franco. Pra desafiar a dissemina&ccedil;&atilde;o de mentiras, uma cruzada contra fake news n&atilde;o &eacute; bastante, na vis&atilde;o do promotor: &quot;Nosso quest&atilde;o precisa de estar nos conte&uacute;dos ilegais das m&iacute;dias sociais&quot;.</p>

<p>G1: Em janeiro, no Minist&eacute;rio P&uacute;blico, o senhor citou que a publicidade direcionada se tornaria um oponente pior do que as fake news. Sei que uma semana marcada pelo esc&acirc;ndalo da Cambridge Analytica tenha refor&ccedil;ado este racioc&iacute;nio. Frederico Meinberg: Eu neste instante tinha cantado a pedra. Pela quarta (21), estive no Senado e irei reiterar o que argumentou l&aacute;: fake news s&atilde;o uma ferramenta de perda de voto. O que a Cambridge e as algumas empresas est&atilde;o fazendo no Brasil e no mundo &eacute; o que vai receber a elei&ccedil;&atilde;o, isso sim.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License